Obesidade

A obesidade (link) está entre os maiores problemas da população mundial, milhares de pessoas sofrem com problemas decorrentes da obesidade.

Doutor examina paciente com obesidade mórbida.
Doutor examina paciente com obesidade mórbida.

Obesidade / IMC

Se você é uma pessoa obesa ou está ficando, veja muito mais sobre o assunto aqui.

1. Sintomas

Você sabia que a obesidade tem dois tipos e que em 10 anos aumentou 60% o número de obesos?

Isso mesmo, as pessoas estão aumentando de peso e a consequência é a obesidade, além de outras doenças que o excesso de peso pode causar.

A obesidade tem dois tipos a obesidade central e a obesidade periférica.

Vamos falar sobre os dois tipos para que você possa identificar em qual deles se encaixa:

Obesidade central

É a obesidade, onde a gordura se localiza toda no abdômen, ela geralmente ocorre em homens.

Nesse caso as gorduras se acumulam nas vísceras e ao redor delas e pode provocar problemas sérios de saúde, como a diabetes (link) tipo 2, inúmeros tipos de câncer e podem correr risco de morte.

Obesidade periférica

Essa é a obesidade mais conhecida das mulheres, pois oferece formato de pera, onde a gordura se acumula nas coxas e nos quadris.

Esse tipo de obesidade pode desencadear problemas na região das pernas, como problemas ortopédicos, trombose, entre outros.

Para saber o tipo de obesidade é preciso fazer o teste de IMC (Índice de Massa Corpórea) que deve ser feito por um profissional.

2. Causas

As causas da obesidade pode estar ligada a vários fatores, entre eles e o mais importante é o fator genético, por isso é importante ficar atento, pois se a família é peso pesado, provavelmente os riscos de desenvolver obesidade são maiores.

O que leva a obesidade é a má alimentação e o sedentarismo, esses são os fatores mais comuns, depois tem os fatores clínicos, que podem ser identificados através de exames por um endocrinologista.

O consumo, em excesso, de alimentos gordurosos, como os fast foods, frituras, comidas calóricas e a falta de praticar atividades físicas são as principais causas da obesidade.

3. Tratamentos eficazes

Depois de diagnosticada a obesidade é preciso obter uma nova postura em relação a vida, pois sua rotina deve mudar consideravelmente.

Para começar é preciso mudar a alimentação, nesse caso consultar uma nutricionista para que a mesma passe uma dieta de acordo com a sua necessidade e biótipo.

Não faça dietas malucas por conta própria, pois elas só prejudicarão o seu organismo.

Se for necessário o médico poderá indicar um tipo de medicamento (link).

Ingerir alimentos saudáveis como frutas, verduras e legumes nas horas certas, não ficar horas sem se alimentar ajuda a perder peso (link).

Outra dica para emagrecer (link) é a prática de atividades físicas, porém, se você está muito pesado é preciso, primeiro perder alguns quilos, para depois começar com as atividades, pois o excesso de peso pode prejudicar as articulações e você corre o risco de ter que ficar sem caminhar.

Portanto vale a dica, aliar uma alimentação saudável e equilibrada às atividades físicas é a melhor saída para quem quer se livrar da obesidade.

Mas não adianta às pessoas querer que você emagreça, a vontade deve partir de você.

Força de vontade e determinação são fundamentais para tratar a obesidade.

Importante

  1. Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações ao longo do tempo, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida.
  2. As imagens e fotos aqui contidas são meramente ilustrativas, e os direitos das mesmas são reservados ao seus respectivos autores.
  3. Esperamos que o conteúdo tenha sido de bom agrado e agradecemos a visita desde já, um grande abraço!