MEI 2020 – Simulação de empréstimo do MEI (dicas passo a passo)

O MEI — ou Microempreendedor Individual — é um programa do Governo Federal que visa reduzir o número de trabalhadores da informalidade, fazendo com que diversas atividades sejam elegíveis para o registro do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). Isso faz com que o trabalhador autônomo (link) se torne em uma verdadeira microempresa, dando vários benefícios trabalhistas e facilidades para que a companhia se expanda com o passar do tempo. Dentre as maiores vantagens nós podemos citar a maior facilidade para conseguir empréstimos ou financiamentos para as suas operações empresariais — e é justamente sobre como fazer uma simulação de crédito que vamos falar hoje! Ficou interessado no assunto? Continue sua leitura até o final!

Como o MEI consegue crédito?

Ao se tornar Microempreendedor Individual deve ser mencionado que você deixa de ser pessoa física e passa a se tornar uma pessoa jurídica. Mesmo com algumas particularidades da legislação, entenda que seus direitos e deveres mudaram sensivelmente com o cadastro. Primeiramente, saiba que com o CNPJ você pode abrir uma conta empresarial nas mais variadas instituições bancárias do país. Alguns bancos que permitem a criação deste tipo de contas são:

  • Itaú (link);
  • Santander;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Banco do Brasil (link);
  • Bradesco (link);

Além dessas renomadas instituições, ainda existem inúmeras outras que fornecem produtos e serviços voltados para o pequeno, médio ou grande empresário. No caso do MEI, sempre busque por soluções destinadas para o pequeno negócio — fuja de grandes financiamentos para manter a estabilidade da sua empresa. O ideal para quem é MEI é o microcrédito, que são opções funcionais e voltadas para aqueles que estão iniciando sua jornada empreendedora. As condições são boas e existem alguns incentivos que diferem do crédito tradicional para pessoa física. Portanto, saiba que o MEI consegue crédito por ser uma parcela diferente da sociedade. Com isso, os bancos criam serviços e produtos para esse grupo de pessoas que normalmente precisa de maiores prazos de pagamentos e agilidade com a liberação dos fundos, seja para fluxo de caixa ou qualquer outro fator importante.

E como fazer a simulação de empréstimo para MEI em 2019?

A simulação de empréstimo (link) varia de acordo com a instituição bancária que você escolher. Atualmente a pessoa jurídica apresenta algumas alternativas funcionais e que não estão propriamente ligadas a uma instituição bancária diretamente. Essas duas opções são:

  • A simulação de financiamento com prestação fixas do Banco Central;
  • E o simulador do cartão BNDES.

Veja abaixo o simples passo a passo para as duas opções.

Fazendo a simulação no site do Banco Central

O site do Banco Central conta com uma calculadora que pode funcionar como uma espécie de simulação do pagamento de prestações fixas. Note que, para ela funcionar corretamente, é preciso que você tenha o número de meses, a taxa de juros mensal, o valor da prestação e o valor financiado. Para realizar uma boa simulação, faça o seguinte:

  • Entre no site da simulação do Banco Central (calculadora do cidadão);
  • Coloque o valor que você deseja financiar no campo valor financiado;
  • Coloque o número de meses;
  • Coloque a taxa de juros mensal, ela deve ser pautada nas opções do mercado (e aí vale uma pesquisa anterior) — para capital de giro, a maioria das instituições nacionais pautam o juros em torno de 1,5% ao mês.

Ao clicar em calcular, será apresentado o valor da prestação dentro dos dados que você informou. O número de meses pode aumentar ou diminuir, assim como os juros mensal e o valor financiado. Lembrando que esta opção é uma maneira de fazer uma análise geral do mercado de crédito. Desta forma, você consegue números e dados concretos para fazer uma análise direta com os números do seu banco de escolha de crédito.

Fazendo a simulação de empréstimo com o Cartão BNDES

No site do Cartão BNDES tudo ocorre de maneira mais fácil. O processo é extremamente simples e aparecem opções para todos os bolsos de uma só vez. Contudo, saiba que para ter acesso a todos os dados, é preciso entrar em contato com a instituição diretamente. Siga o passo a passo:

  • Entre no site da simulação do Cartão BNDES;
  • Informe o valor que você deseja financiar;
  • Clique em Calcular.

Na página seguinte estarão demonstrada todas as possibilidades de financiamento que a instituição proporciona. Caso você não tenha o cartão BNDES, solicite-o no site oficial do governo e escolha a instituição bancária que mais lhe agrada — esta é uma das melhores formas que o MEI apresenta para conseguir crédito a juros mais baixos e de forma completamente descomplicada. Boa parte dos bancos que citamos acima, trabalham com este cartão que ajuda diariamente milhões de brasileiros a conseguir colocar seus negócios nos trilhos. Essas são algumas das melhores maneiras de fazer a simulação de empréstimo para o MEI em 2019! Gostou do conteúdo? Comente logo abaixo e diga sua opinião sobre este assunto que gera grandes dúvidas no público geral!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Importante

  1. Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações ao longo do tempo, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida.
  2. As imagens e fotos aqui contidas são meramente ilustrativas, e os direitos das mesmas são reservados ao seus respectivos autores.
  3. Esperamos que o conteúdo tenha sido de bom agrado e agradecemos a visita desde já, um grande abraço!