Encceja – como eu faço a inscrição do Encceja?

O Encceja (link) (Exame Nacional para Certificação de Jovens e Adultos) é uma prova que visa qualificar estudantes residentes do Brasil ou exterior para a conclusão de seus cursos (link). Caso o aluno seja aprovado, ele receberá um certificado autêntico, emitido por órgãos afiliados ao Ministério da Educação (MEC), como as secretarias estaduais de educação e institutos federais. O certificado é válido quando você se inscrever em faculdades (link), cursos técnicos e até mesmo concursos públicos.

Quem pode participar?

O Encceja é voltado para todas os estudantes que não terminaram seus cursos na idade estipulada. Para ter a chance de conseguir o certificado, basta ter a idade mínima de 15 anos para pleitear o certificado do Ensino Fundamental e 18 para o certificado de nível médio. As idades devem estar completas até a data de realização da prova. Caso o contrário, os candidatos deverão esperar até a próxima abertura no calendário de provas. Mesmo que o candidato não tenha concluído o Ensino Fundamental, ele poderá conseguir o certificado dos dois níveis de ensino. Ele só precisará ter 18 anos ou mais no dia da realização da prova.

Documentos necessários

Para ter acesso a prova do Encceja, o candidato deverá apresentar documento oficial e original com foto. Dentre os aceitos, você pode utilizar:

  1. RG (Identidade);
  2. CNH (Carteira Nacional de Habilitação);
  3. Passaporte;
  4. Reservista (para os homens);
  5. Carteira de trabalho e Previdência Social;
  6. Para os estrangeiros, Identidade expedida pelo Ministério da Justiça;

O candidato ficará impedido de realizar a prova caso apresente cópias dos documentos descritos acima. A proibição se estende para as cópias autenticadas. Se você perdeu algum documento necessário à inscrição, deverá apresentar um boletim de ocorrência expedido até 90 dias antes do exame. Para evitar constrangimentos, evite o uso de outros documentos, como a carteira de estudante, certidão de nascimento ou casamento. Elas não serão válidas para constar como identificação do candidato no dia da prova.

Como se inscrever

O Encceja ainda não abriu as inscrições para o ano de 2019. Em geral, elas são realizadas no mês de abril, como foi o caso da edição passada (16 até 27 de abril). O melhor de tudo: são gratuitas. O cadastro é realizado diretamente pelo portal do Inep. Enquanto elas não são liberadas, vamos te ajudar no passo a passo delas:

  • 1°: Acesse o portal http://enccejanacional.inep.gov.br/encceja/#!/inicial;
  • 2°: Clique em “Página do participante”. Nessa etapa, você começará inserindo o CPF (link) e uma senha, além de confirmar um código visual na tela. Em seguida, termine de preencher todos os campos com os dados necessários;
  • 3°: Coloque o nível de formação que deseja obter com a prova do Encceja;
  • 4°: Se o candidato possui proficiência em uma ou mais áreas avaliadas na prova, deve atestar quais são na hora da inscrição;
  • 5°: Selecione o local da prova, colocando o estado e localidade de preferência;
  • 6°: Informe o nome da instituição da qual quer receber o certificado (escola ou centro educacional);
  • 7°: Responda o questionário socioeconômico. Seja o mais honesto possível nesta parte;
  • 8°: Ao finalizar o questionário, você irá colocar uma senha. Tente cadastrar uma senha que seja de fácil memorização, como uma data de aniversário combinada com alguma letra específica;

Resultados

O resultado do Encceja é liberado também pelo site do programa. Cada prova carrega um total de 30 questões, dispostas e divididas de acordo com as matérias. O aluno precisa acertar o mínimo de 10 questões para ser aprovado no exame (1/3 da prova), além de fazer a redação, com um mínimo de 5,0 pontos no resultado final para garantir a aprovação para ter acesso ao diploma. Em até três meses após a realização do exame, o aluno entrará no seu perfil cadastrado no site do programa. Lá, será informado se foi aprovado ou não no exame. O Inep, após toda a trajetória da prova, repassará os resultados de cada candidato para as instituições responsáveis pela emissão do certificado, como a Secretária Estadual de Educação ou os institutos Federais.

Sobre a prova

Ainda que não sejam avaliações consideradas tão difíceis, os participantes não podem relaxar. Deve-se manter uma rotina de estudos para garantir um ótimo resultado no fim da prova. O certificado pode ajudá-lo a antecipar outros sonhos, como uma faculdade (link), por exemplo. Se não sabe por onde começar a estudar, o próprio Inep disponibiliza apostilas gratuitas para ajudar no programa de estudos. São quatro apostilas com um total de 300 páginas cada. Embora sejam grandes, alie isso com cursos presenciais ou online. Também é possível encontrá-los gratuitamente em ações comunitárias pelo bairro ou pela internet. Com tudo em mãos, agora em com você. Boa sorte.

Importante

  1. Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações ao longo do tempo, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida.
  2. As imagens e fotos aqui contidas são meramente ilustrativas, e os direitos das mesmas são reservados ao seus respectivos autores.
  3. Esperamos que o conteúdo tenha sido de bom agrado e agradecemos a visita desde já, um grande abraço!