Autônomos – como pegar dinheiro emprestado para Autônomo?

Autônomo é todo aquele profissional que trabalha por conta própria sem estar em um regime CLT. Isso significa que boa parte dos direitos trabalhistas não fazem parte do cotidiano, e, na hora de pedir um empréstimo, várias outras limitações podem aparecer. A primeira delas é que não estar com carteira assinada demonstra — pelo menos inicialmente — falta de estabilidade, o que significa que o risco para o banco é alto na hora de garantir alguma linha de crédito (link). Outro aspecto, é a dificuldade para comprovar uma renda média mensal, tudo isso e mais alguns fatores nós falaremos abaixo, sem deixar de demonstrar como fazer uma simulação de empréstimo para quem trabalha desta forma. Pronto para saber mais a respeito? Continue sua leitura até o final!

Quais são as principais limitações do autônomo?

As principais limitações do autônomo nós falamos acima: dificuldade para comprovar renda mensal e a aparente falta de estabilidade. Isso faz com que o autônomo não tenha muita opção na hora de escolher uma instituição bancária que forneça os serviços de crédito pessoal (link). E, caso existam, normalmente elas apresentam juros sensivelmente mais altos do que a de outras opções mais tradicionais do mercado. Para quem tem dúvida sobre como comprovar renda, saiba que a emissão de um extrato bancário dos últimos 3 meses é mais do que o suficiente para comprovar sua renda. Outro aspecto fundamental que é determinante para conseguir um empréstimo é o valor da parcela, que nunca deve ultrapassar o limite de 1/3 da renda mensal. Apenas como exemplo, se você ganha mil reais por mês, as parcelas não podem ultrapassar o valor aproximado de 333 reais. Caso precise de valores altos, certamente as parcelas terão que ser maiores para comportar a sua renda mensal — sempre tenha esse aspecto em mente.

Quais são as instituições que fazem empréstimos?

As instituições que costumam ser as opções mais certeiras de quem precisa de uma linha de crédito sem muita burocracia são:

  • BMG (link);
  • Crefisa;
  • Losango;
  • IBI.

Entretanto, como já deve ser do seu conhecimento, ambas apresentam um juros ao mês considerável quando comparadas com outros bancos já conhecidos no mercado. Não se esqueça que a BMG, a Crefisa e semelhantes normalmente não pedem comprovante de renda, e por isso, os negócios são menos vantajosos para o público geral — afinal de contas, a companhia tem que se proteger e garantir os riscos elevados deste tipo de transação. Uma vez que você consiga comprovar sua renda, nós indicamos os seguintes bancos para sua pesquisa de mercado:

  • Bradesco (link);
  • Banco do Brasil (link);
  • E a Caixa Econômica Federal;

Lembrando que essas são apenas algumas das opções mais famosas e mais indicadas para aqueles que procuram juros mais baixos e segurança na hora da transação. De todas as opções listadas acima, o Banco do Brasil costuma ter os menores juros e as melhores condições para negócio.

Como fazer a simulação de empréstimo passo a passo para autônomo?

A primeira opção consiste em ir em uma das agências dos bancos citados. Não se esqueça que em muitos dos casos, é preciso ser cliente e ter uma conta ativa no banco para poder ter uma linha de crédito. Para aqueles que desejam fazer uma simulação generalizada, o recomendado é o site do Banco Central, que possui a Calculadora do Cidadão, instrumento muito utilizado para auxiliar quem busca por bons números na hora da negociação.

Para fazer a sua simulação, faça o passo a passo abaixo:

  • Entre no site da Calculadora do Cidadão no Banco Central (https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/exibirFormFinanciamentoPrestacoesFixas.do?method=exibirFormFinanciamentoPrestacoesFixas);
  • Insira a taxa de juros mensal (faça uma pesquisa anterior sobre as taxas cobradas pelo seu banco de escolha);
  • Coloque o valor financiado;
  • Número de meses e clique em Calcular.

Na página seguinte estarão presentes todos os resultados. Como falamos acima que seu empréstimo não pode exceder um terço do seu salário mensal, opte pelas opções que estejam dentro do seu orçamento e dentro desta regra básica. Não se esqueça que ainda sim você estará sujeito a análise de crédito do banco e a todos os outros processos tradicionais que um empréstimo necessita. Caso sua situação seja desesperadora, as opções mais certeiras são a que mencionamos acima: a Crefisa, BMG e os outros semelhantes. Essas instituições apresentam pouca burocracia e dificilmente uma pessoa não consegue um empréstimo que caiba no bolso. De qualquer forma, essas são as principais informações que um autônomo precisa saber para conseguir um empréstimo de maneira rápida e descomplicada. Mesmo com uma situação diferente da comum, saiba que você também pode conseguir uma linha de crédito para te ajudar a sair do vermelho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Importante

  1. Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações ao longo do tempo, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida.
  2. As imagens e fotos aqui contidas são meramente ilustrativas, e os direitos das mesmas são reservados ao seus respectivos autores.
  3. Esperamos que o conteúdo tenha sido de bom agrado e agradecemos a visita desde já, um grande abraço!