Atualize o Aplicativo Auxilio Emergencial (consulte pagamento e aprovação)

Para combater os efeitos na economia causados pelo Covid-19, o Governo brasileiro criou o coronavaucher à população mais necessitada.

O acesso ao benefício se dá pelo aplicativo do auxílio emergencial, sendo gerenciando totalmente via celular (link).

Continue a leitura e confira se tem direito ao benefício e como sacar os R$600,00 a R$1.200,00.

Agenda de pagamento do auxílio emergencial

Para quem é beneficiário do programa Bolsa Família, o pagamento do auxílio emergencial ocorrerá nas datas normais do benefício.

Em geral, ocorre nos últimos 10 dias de cada vez e depende da numeração final do NIS de cada beneficiário.

Caso o indivíduo atenda a todos os requisitos para ter direito ao programa, o valor será creditado automaticamente.

Ou seja, o uso do aplicativo do auxílio emergencial não será necessário aqui.

Para os demais, a agenda de pagamento vai depender de sua data de nascimento, bem como a sua inscrição prévia no Cadastro único.

Assim, ficou decidido que:

  • Terça-feira (14 de abril): Recebem listados no CadÚnico nascidos em janeiro;
  • Quarta-feira (15 de abril): Recebem listados no CadÚnico nascidos em fevereiro, março e abril;
  • Quinta-feira (16 de abril): Recebem listados no CadÚnico nascidos em maio, junho, julho e agosto;
  • Sexta-feira (17 de abril): Recebem listados no CadÚnico nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Segundo o presidente da Caixa, o pagamento da segunda parcela será feito em dias alternados ao pagamento do Bolsa família.

A ideia é que se evite filas longas e aglomerações nas agências, uma falha cometida durante o pagamento da primeira.

Já que estão mais cientes de como tudo ocorre, é possível um alívio no atendimento presencial, se necessário.

Estima-se que o pagamento da segunda parcela se inicie no começo de maio.

Calendário da 2ª parcela

Com base no informativo do governo, o calendário da segunda parcela fica divido em 3 etapas, sendo elas:

  • Para o recebimento em poupança social;
  • Para o saque em espécie para beneficiários do bolsa família;
  • Para o saque em espécie para poupança social e transferência de recursos.

Atualize o Aplicativo Auxilio Emergencial (consulte pagamento e aprovação)

Atualize o Aplicativo Auxilio Emergencial (consulte pagamento e aprovação)

Atualize o Aplicativo Auxilio Emergencial (consulte pagamento e aprovação)

Quais os grupos que possuem direito ao benefício?

Muitas pessoas cometeram o equívoco de baixar o aplicativo do auxílio emergencial sem saber se tinham direito.

Existem grupos específicos aos quais o benefício é direcionado e critérios que precisam ser obedecidos para a liberação.

Assim, fica entendido que possuem o direito de receber:

  • Beneficiários do Bolsa família;
  • Contribuintes individuais do Instituto Nacional de Seguro Social, o INSS;
  • Famílias que possuem situação de vulnerabilidade que foram inscritas no Cadastro único até 20 de março.
  • Microempreendedores individuais, conhecidos como MEI (link);
  • Trabalhadores informais que não possuem renda comprovada;

Do outro lado, há os grupos que não têm direito a essa assistência, sendo eles:

  • Aposentados (link) ou pensionista (link) do INSS;
  • Pessoas desempregadas que estão recebendo parcelas do seguro-desemprego;
  • Trabalhadores que estão contratados seguindo as normas da CLT.

Critérios para receber o auxílio emergencial

Antes de acessar o aplicativo do auxílio emergencial, é preciso entender aos critérios para avaliar sua aptidão ao recebimento. São eles:

  • Trabalhadores maiores de 18 anos sem emprego formalizado e com renda familiar mensal que seja de até três salários (R$3.135,00). Ou que seja de até meio salário mínimo por indivíduo, no valor de R$522,00;
  • Pessoas que não recebam benefícios de transferência de renda federal, como seguro-desemprego, aposentadoria ou qualquer outro que não seja o Bolsa família. Caso receba o Bolsa família e esteja apto a receber o auxílio, receberá aquele que for de maior valor. Por exemplo, se recebe R$200,00, mas o seu auxílio foi aprovado, receberá os R$600,00 em vez de R$200,00;
  • Os rendimentos tributáveis recebidos em 2018 não devem passar de R$28.559,70;
  • O auxílio emergencial será pago até 2 membros de uma mesma família. Se duas pessoas de um mesmo grupo forem aprovadas e um terceiro membro se inscreva, esse último será negado automaticamente. Caso a mãe de família seja a única responsável pela renda familiar, receberá R$1.200,00 por mês;

Requisitos alternativos

Neste ponto, o indivíduo precisa apenas preencher um dos requisitos abaixo para que solicite seu auxílio:

  • Ser um microempreendedor individual, MEI. Este tem direito ao benefício ainda que esteja em dívida com a contribuição mensal, o DAS (Documento de Arrecadação do Simples). Contudo, não se pode se cadastrar agora como MEI para aproveitar o auxílio;
  • Contribuir individualmente ao Regime Geral de Previdência Social;
  • Trabalhador informal com inscrição no CadÚnico até 20 de março de 2020. Além deste, ser autônomo ou desempregado que compatibilize com requisito da renda. Trabalhador intermitente de contrato inativo (que não esteja trabalhando agora).

As pessoas que não estavam inscritas até essa data poderão se autodeclararem formalmente para que ingressem no benefício.

O Governo lidará com a regularidade de cada candidato inscrito.

Como receber o auxílio emergencial pelo aplicativo (passo a passo)

Cumprindo todos os requisitos e aprovado, hora de entrar no aplicativo do auxílio emergencial.

Para que fique informado, o banco abrirá uma conta digital do tipo poupança sem qualquer custo.

Você não pagará tarifas de manutenção quando fizer as transferências das parcelas por meio do aplicativo Caixa TEM.

Pelos próximos 90 dias após a liberação do auxílio, poderá movimentar de forma ilimitada seu dinheiro entre contas da Caixa.

Quanto a outros bancos,poderá fazer até 3 transferências gratuitamente por mês.

Se for necessário, poderá usar os créditos para fazer pagamentos que estavam em atraso.

Para receber o seu auxílio emergencial:

  • 1°: Entre na loja de aplicativos do seu celular e procure pelo aplicativo “Caixa TEM”. Atente-se a qualquer fraude de golpistas procurando pelo aplicativo no perfil da própria Caixa dentro da loga virtual para mais segurança. Após fazer o download, clique em “Entrar”;
  • 2°: No próximo menu, selecione a opção “Saque sem cartão”;
  • 3°: Feito isso, surgirá a opção “Gerar código para saque” e em seguida “Gerar código”;
  • 4°: Digite a senha utilizada no aplicativo “Caixa TEM”. Após digitar ela, selecione a seta laranja ao lado;
  • 5°: O aplicativo vai gerar um código de seis dígitos que possibilitará o saque. Você pode usá-lo no caixa eletrônico, correspondente Caixa Aqui ou na lotérica do bairro.

Baixe o Caixa Tem por aqui

Saque em caixas eletrônicos

No caixa eletrônico, após gerar o código no aplicativo do auxílio emergencial Caixa TEM, siga o caminho:

  • 1°: No caixa eletrônico selecione o botão “Entra”;
  • 2°: Escolha a opção “Auxílio emergencial”;
  • 3°: Digite o número do seu CPF (link) e confirme;
  • 4°: Em seguida, digite o código de seis dígitos dado pelo aplicativo Caixa TEM;
  • 5°: Por fim, selecione o valor que pretende sacar e pressione “Entra” para confirmar a transação. Pronto.

Agora que sabe como utilizar melhor o aplicativo do auxílio emergencial tem mais segurança para administrar o dinheiro online.

Caso precise sair imediatamente para sacá-lo, lembre de se proteger adequadamente com máscaras, álcool em gel e distanciamento mínimo de 2 metros.

A sua segurança e a de todos depende do grande esforço coletivo.

Referências

  • http://www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/caixatem/Paginas/default.aspx
  • https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio
  • https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/05/06/auxilio-emergencial-pagamento-da-2a-parcela-sera-mais-rapido-diz-caixa.ghtml

Importante

  1. Este artigo é de caráter informativo/explicativo e todas as informações aqui contidas foram pesquisadas na internet. Portanto, algumas informações podem sofrer alterações ao longo do tempo, ou seja, recomendo que você consulte diretamente as empresas/produtos mencionadas(os) para sanar qualquer tipo de dúvida.
  2. As imagens e fotos aqui contidas são meramente ilustrativas, e os direitos das mesmas são reservados ao seus respectivos autores.
  3. Esperamos que o conteúdo tenha sido de bom agrado e agradecemos a visita desde já, um grande abraço!